Toda Mídia
Toda Mídia
 

Oi, TV a cabo

O site Pay-TV informa que "as empresas de telecomunicação devem buscar soluções jurídicas para disputar o mercado de TV paga" em 2008, o que "promete esquentar divergências":

_ Na TV a cabo, há duas limitações legais: uma a capital estrangeiro e outra referente à disputa das outorgas. No caso do capital estrangeiro, por exemplo, a Oi é empresa 100% nacional, inclusive com forte presença do BNDES e dos fundos de pensão. No caso das outorgas, se a Anatel colocar licenças em oferta para cidades como São Paulo, Rio e Brasília, onde já existe TV a cabo, e não houver outros interessados, as teles poderiam participar. É isso que já movimenta grupos de comunicação.

Em outra linha, "soma-se o fato de que a Oi tem se aproximado do mercado de produção independente de conteúdos audiovisuais", Oi que "quase certamente não terá nenhum tipo de contrato com o grupo Globo no início de suas operações de DTH".

O site Telecom também já acompanha a disputa e informa que "Anatel conta com brechas para permitir a entrada das teles em TV a cabo".

TV paga vs. novela - Daniel Castro informou que, na estreia de "Caminho das Índias", esta semana, "a audiência dos canais pagos cresceu 61%". No horário, 4,5% dos domicílios da Grande São Paulo sintonizaram TV paga, contra 2,8% na segunda-feira anterior.

Dia após dia - Foi "o pior começo" de Gloria Perez, postou Ricardo Feltrin no UOL, sobre a nova novela das 21h. Desde então, o blog de Patrícia Kogut no Globo Online acompanha a queda em posts seguidos. Anteontem, "'Caminho da Índia' cai um ponto". Ontem, "'Caminho das Índias' cai mais um ponto".

Escrito por Nelson de Sá às 10h50

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

"Vocês devem se considerar felizardos"

Com a chamada de capa "Krugman defende mais gastos" e o título interno "Sem grandes ilusões", o "Valor" publica hoje na revista semanal "EU&" uma longa entrevista com o colunista do "New York Times" e prêmio Nobel Paul Krugman. Algumas passagens, sobre os EUA:

_ No curto prazo, estou muito nervoso. Não acho que, mesmo com o novo governo, que está quase pronto para fazer o que é necessário, isso vá ocorrer. Espero estar errado, mas provavelmente vamos ter um plano de recuperação da economia nos próximos meses que será insuficiente, mais uma vez... Todas as soluções apresentadas me parecem meias medidas. O pacote fiscal parece limitar o avanço do desemprego, mas não preveni-lo. O plano de socorro aos bancos parece que serve para evitar catástrofes, mas não é suficiente para recuperar o sistema... O PIB dos EUA vai começar a crescer um pouco no fim do ano, mas o desemprego deve continuar muito alto nos próximos dois ou três anos. Provavelmente, o desemprego vai começar a cair no ano que vem, mas permanecerá alto...

Pergunta e resposta, sobre o Brasil:

_ O sr. acha que a redução das taxas de juros deve ser o principal mecanismo para o Brasil enfrentar a crise?

_ Certamente haveria um efeito de expansão. Compreendo que o Brasil também tem inflação e que as coisas não são fáceis. Mas diria que o Brasil não é um caso clássico de país com depressão econômica. Vocês não são o Japão nem a Argentina, os dois tipos mais representativos de depressão econômica. Vocês devem se considerar felizardos por isso.

Escrito por Nelson de Sá às 09h58

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

A China em recessão?

O site do "China Daily" deu ontem a manchete "Crescimento desacelera para 6,8% no quarto trimestre de 2008", mas logo abaixo acrescentou que "outros indicadores mostraram sinais de retomada".

A nova "Economist" já saiu ontem com os 6,8%, mais a avaliação de que o número "implica que o crescimento é virtualmente zero, em bases ajustadas". Mas a revista recusa a visão de que a China estaria "escorregando para aberta recessão" e também prevê reação, para a metade do ano.

Já o blog de Nouriel Roubini postou que o crescimento do "demônio chinês" foi zero ou negativo. E, como o primeiro trimestre de 2009 "indica ser pior", apostou o Senhor Apocalipse, "a China está em recessão".

Leia aqui a íntegra da coluna "Toda Mídia" de hoje.

Escrito por Nelson de Sá às 09h30

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Recomeço

Os problemas técnicos acabaram, parece. O blog recomeça.

Os posts anteriores passaram para um blog arquivo, Toda Mídia 2, que pode ser acessado aqui.

Escrito por Nelson de Sá às 08h10

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores
Blog da coluna "Toda Mídia" (assinantes Folha e UOL), de segunda a sexta, pela manhã, escrito pelo jornalista Nelson de Sá.

BUSCA NO BLOG


ARQUIVO


Ver mensagens anteriores
 

Copyright Folha Online. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha Online.