Toda Mídia
Toda Mídia
 

20.3 TV lá: Pensamento tóxico

Escrito por Nelson de Sá às 20h32

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Melhor ficar com Bruce Springsteen

"Stand-up Obama" flopou no "Tonight Show" de Jay Leno. Não foi além de "agradável", na avaliação desdenhosa do Gawker, e marcou mais pela "gaffe" de brincar que seu desempenho no boliche é "como as Olimpíadas Especiais", quer dizer, as Paraolimpíadas.

Aqui e ali, a reação on-line foi que Bruce Springsteen no "Daily Show" de Jon Stewart era atração muito melhor, ontem à noite. A íntegra, aqui. Abaixo, só a nova música, "Working on a Dream":

The Daily Show With Jon StewartM - Th 11p / 10c
Bruce Springsteen - Working on a Dream
comedycentral.com
Daily Show Full EpisodesImportant Things w/ Demetri Martin

Political Humor

Escrito por Nelson de Sá às 11h48

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Reality vs. reality

Com as novelas em queda, a disputa entre Globo e Record, como já ocorre com as redes americanas, muda para os "reality shows".

Na nota "BBB: o paraíso dos anunciantes", o blog de Patrícia Kogut no Globo Online ecoa hoje "notícia do 'Variety'", de que o programa "deu à TV Globo R$ 280 milhões em anúncios e ações de merchandising":

_ De acordo com a publicação, o mercado publicitário está considerando que anunciar e fazer ação de merchandising no "BBB" vale mais a pena do que nas demais produções da televisão.

O blog não registra nem linka, mas o "Variety" acrescenta que "a maior concorrente da Globo, a Record, é particularmente forte no gênero", com "Troca da Família" e "O Aprendiz", da Fox. E prepara novas versões de "The Farm", "Temptation", "The Simple Life", "American Idol".

Na nota "A Fazenda Brasil vem aí", Flávio Ricco noticia no site Tribuna da Imprensa que "a Record marcou para 2 de junho o lançamento", com 14 participantes e elenco que "só será divulgado no momento oportuno". Como no "BBB", o animador é um jornalista, Britto Júnior.

Mais telejornal - De qualquer maneira, apesar da prioridade para a "reality tv", a Record "estuda a possibilidade de voltar com um jornal no fim de noite", segundo Ricco.

O truste e as cervejas - A Globo tirou da Record os direitos sobre a Liga dos Campeões da Europa, só para repassar à Band. E não pode exibir a marca da Heineken, patrocinadora da Liga, pois a Ambev é cotista de   seu pacote de futebol. O M&M informa hoje que a Globo, quando precisar, vai compensar a Heineken com "inserções em outros horários".

Escrito por Nelson de Sá às 11h19

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Os ataques da Record

Do editorial "Os ataques da Record", hoje na Folha:

_ A Record, que explora uma concessão pública e pertence ao mesmo proprietário da Igreja Universal, vem desfechando ataques contra esta Folha em seus noticiários. Pretende mover algo como uma campanha, pois a mesma mixórdia de reportagem canhestra e investida comercial tem sido repetida à exaustão. O motivo de tanta ira, agora, é o desagrado diante da independência jornalística da coluna de TV publicada pelo jornal. Assinada pelo repórter Daniel Castro, a coluna pode cometer eventuais falhas, que são retificadas do modo transparente com que este jornal costuma fazê-lo. Mas tem procurado agir com máxima isenção, sobretudo em face do duelo feroz entre a Record e a emissora líder, a Globo. Entre ambas, a Folha toma o partido de seu leitor, que deseja ser informado. O que é prática de jornalismo verdadeiro se torna -na percepção tosca dos dirigentes da Record, acostumados a reduzir qualquer questão a seu aspecto comercial- uma suposta campanha contra a emissora. A mesma percepção levou a Igreja Universal a orquestrar litigância de má-fé contra este jornal e a repórter Elvira Lobato, por reportagens sobre subterrâneos financeiros daquele empreendimento religioso. Negócios e religião não deveriam caminhar juntos. A atividade religiosa é isenta de impostos. Até por esse motivo a sociedade tem todo o direito de conhecer os vasos comunicantes que ligam a Universal aos tentáculos de seus vários ramos de negócio. A reação destemperada da Record é um mero incentivo para que a Folha insista em esclarecer o que parece tão imprescindível manter oculto.

Escrito por Nelson de Sá às 10h43

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Gilmar Mendes, censor

Do repórter Leandro Fortes, em Carta Aberta aos Jornalistas do Brasil, postada ontem à noite no site da "CartaCapital", sobre entrevista que deu à TV Câmara em 11 de março:

_ Durante a gravação, discutimos questões relativas à Satiagraha, à CPI, às ações contra Protógenes e, é claro, ao grampo –de áudio nunca revelado– envolvendo Gilmar Mendes. Citei o fato de estar sendo processado por Mendes por ter denunciado os negócios nebulosos que envolvem o Instituto Brasiliense de Direito Público, farto de contratos sem licitação firmados com órgãos públicos e construído com recursos do Banco do Brasil... Qual foi minha surpresa ao ser informado por colegas, na quarta, dia 18, que o link para o programa havia sido retirado. Apurar o evento não foi difícil: irritado com o teor, Mendes telefonou ao presidente da Câmara, Michel Temer, e pediu a retirada e a suspensão da veiculação na TV Câmara. O pedido foi prontamente atendido... Na semana passada, diante de um questionamento sobre a posição contrária ao MST, Mendes voltou-se furioso para o repórter e disparou: “Tome cuidado ao fazer esse tipo de pergunta”. Como assim? Que perguntas podem ser feitas ao ministro Gilmar Mendes? Até onde nós, jornalistas, vamos deixar essa situação chegar sem nos pronunciarmos, em termos coletivos, sobre esse crescente cerco às liberdades individuais e de imprensa patrocinados pelo chefe do Judiciário?

Assista no YouTube ao programa censurado, partes 1, 2 e 3.

Escrito por Nelson de Sá às 10h10

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

O custo Brasil

O Banco Central encabeçou as notícias de Brasil no Yahoo News, ontem ao longo do dia, ao indicar um novo corte de juros.

Para a nova edição da "Economist", é "uma novidade bem-vinda: no passado, a moeda frágil e a inflação impediam tais medidas anticíclicas". Acrescenta: "Mas os cortes na taxa não está sendo passados aos tomadores", o que abriu a discussão sobre "spread", a diferença entre o que os bancos pagam para levantar um dinheiro e o que cobram para emprestar o mesmo dinheiro.

O Iedi, "um grupo de lobby", diz que o Brasil "tem os maiores ‘spreads’ do mundo". E o próprio Banco Central diz que a maior parte do "spread" é lucro. Por outro lado, nota a revista, "os bancos brasileiros podem ser caros, mas pelo menos estão salvos".

No gráfico intitulado "O Custo Brasil", a revista compara o "spread" dos bancos no Brasil e, todos bem abaixo, nos Estados Unidos, na China, na Índia e na Rússia.

 

 

 

 

 

Leia aqui a íntegra da coluna "Toda Mídia" de 20.3.

Escrito por Nelson de Sá às 10h02

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

203 revistas lá: A bomba é a AIG, não os bônus

 

Para as edições e capas, "Time" e "Economist".

Escrito por Nelson de Sá às 09h50

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

20.3 jornais lá: Contra os bônus, uma lei

Para edições e capas, "NYT", "WSJ", "WP", "FT" e "China Daily". "WP" e "China Daily" também no PressDisplay (lista por país, à esq.). E capas de "NYT", "WSJ" e "WP" também no Newseum (por Estado, à esq.).

Para os sites, NYT, WSJ, WP, FT e China Daily.

Escrito por Nelson de Sá às 09h40

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

20.3 jornais cá: Lula é recorde, mas enfim cai

 

Para edições e capas, Folha, "Estado", "Super Notícia", "Meia Hora" e "Valor". Com acesso restrito, "Globo". Folha, "Valor", "Estado" e "Globo" também no PressDisplay (por país, à esq.). E capas de Folha, "Estado", "Globo" e "Super Notícia" também no Newseum (por país, à esq.).

Para os sites, Folha Online, Estadao.com.br, Globo Online, O Tempo Online ("SN"), O Dia Online ("MH") e Valor Online.

Escrito por Nelson de Sá às 09h31

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

19.3 TV lá: Contra os bônus, uma lei

Escrito por Nelson de Sá às 22h11

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

19.3 TV cá: Cai arrecadação, cai crescimento

A escalada de manchetes do "Jornal Nacional":

   A arrecadação de impostos cai em 2009 e com ela a previsão de crescimento da economia. O governo anuncia quanto vai cortar no Orçamento deste ano.
   O número de cheques sem fundo dá um salto nos primeiros dois meses.
   Nos Estados Unidos, as duas empresas que começaram a crise financeira também pagaram bônus aos executivos.
   Cadeia para o resto da vida é a sentença da Justiça da Áustria para monstro que indignou o mundo.
   Promotoria pede prisão do principal líder da oposição a Hugo Chávez na Venezuela.
   Suspeita de corrupção leva para a cadeia mais da metade dos vereadores de uma cidade no interior paulista.
   O Supremo decide que a reserva Raposa/Serra do Sol será demarcada em terras contínuas.
   A Academia Brasileira de Letras lança o livro que acaba com as dúvidas sobre a reforma ortográfica.
   Uma cidade traumatizada por casos de abuso sexual atrai as atenções do Brasil inteiro.

E do "Jornal da Record":

   Rio fora da lei: Cresce o número de assaltos com uso de granadas.
   STF manda produtores de arroz e não-índios saírem da reserva Raposa/Serra do Sol.
   Após queda na arrecadação, governo reduz previsão de crescimento e anuncia corte de R$ 21 bilhões.
   CPI da pedofilia quer saber por que delegada de Catanduva avisou suspeitos sobre busca e apreensão de provas.
   Líderes de todo o mundo criticam o papa. Ele condenou o uso de camisinha para combater a Aids.
   Cena de ódio: Patroa tortura bebê da empregada.
   Cena de amor: Jovens com deficiência mental que têm filha perfeita se casam no aniversário da menina.
   Espetáculos da natureza: Vulcão submerso entra em erupção.
   Paisagens deslumbrantes em Vancouver, a capital dos Jogos de Inverno.

Escrito por Nelson de Sá às 22h05

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Stand-up Obama

Em meio à crise e agora ao clamor contra os bônus da AIG, que atinge seu governo, Barack Obama vai hoje ao "Tonight Show" da rede NBC. É o primeiro presidente a aparecer no programa desde John Kennedy.

Antes, vai à tarde ao programa de rádio de Ed Schultz, que é dado como um Rush Limbaugh da esquerda.

Mas é no "Tonight Show" do comediante Jay Leno que ele vai enfrentar seu teste mais difícil como "stand-up", avalia o Politico, na manchete. O site ouve comediantes que elogiam seu talento e nota que "hoje em dia quase todas as aparições de Barack Obama incluem humor presidencial". Lula faz o mesmo, por aqui.

Para quem não acompanhou, o Politico ofecere uma seleção.

Escrito por Nelson de Sá às 11h45

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Em queda no Ibope

A coluna de Mônica Bergamo informa que o governo já prevê "notícias não tão boas" na pesquisa CNI/Ibope da semana que vem. Segundo "pesquiseiros ligados ao governo e à oposição", a queda na aprovação de Lula deve ficar entre 3% e 5%.

Carlos Augusto Montenegro, do Ibope, diz que "deve cair um pouco".

Globo vs. PSDB - Daniel Castro informa que "as TVs estão em campanha nos bastidores contra projeto que aumenta em 115% o tempo para propaganda partidária" _e não a eleitoral. O autor, Sérgio Guerra, presidente do PSDB, conversa com as redes para "um entendimento".

"Adorei!" - O correspondente Antonio Regalado noticia no "Wall Street Journal" a contratação de Marcelo Tas, "um dos mais conhecidos apresentadores de TV do Brasil", pela Telefônica para que ele promova em seu Twitter o serviço de fibra ótica Xtreme. O primeiro post, aqui:

Escrito por Nelson de Sá às 10h06

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Três meses depois

O ministro do Trabalho até adiantou anteontem, mas ninguém quis ouvir e foi manchete só no portal iG, por pouco tempo, com os empregos criados em fevereiro.

Já ontem, ocupou da manchete da Folha Online, "Emprego volta a crescer depois de três meses de queda", até a segunda chamada na escalada do "Jornal Nacional", "O número de empregos com carteira assinada aumenta pela primeira vez depois de três meses no Brasil".

Ecoou também no exterior, por Associated Press, Reuters, Bloomberg, mas como ganho "modesto".

Leia aqui a íntegra da coluna "Toda Mídia" de 19.3.

Escrito por Nelson de Sá às 09h40

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

19.3 jornais lá: Fed vai imprimir US$ 1 tri

Para edições e capas, "NYT", "WSJ", "WP", "FT" e "China Daily". "WP" e "China Daily" também no PressDisplay (lista por país, à esq.). E capas de "NYT", "WSJ" e "WP" também no Newseum (por Estado, à esq.).

Para os sites, NYT, WSJ, WP, FT e China Daily.

Escrito por Nelson de Sá às 09h36

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

19.3 jornais cá: Piora, mas melhora

 

Para edições e capas, Folha, "Estado", "Super Notícia", "Meia Hora" e "Valor". Com acesso restrito, "Globo". Folha, "Valor", "Estado" e "Globo" também no PressDisplay (por país, à esq.). E capas de Folha, "Estado", "Globo" e "Super Notícia" também no Newseum (por país, à esq.).

Para os sites, Folha Online, Estadao.com.br, Globo Online, O Tempo Online ("SN"), O Dia Online ("MH") e Valor Online.

Escrito por Nelson de Sá às 09h10

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

18.3 TV lá: Em cima da AIG

Escrito por Nelson de Sá às 22h07

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

18.3 TV cá: Emprego cresce, três meses depois

A escalada do "Jornal Nacional":

   O Banco Central americano anima mercados com mais de US$ 1 trilhão.
   O número de empregos com carteira assinada aumenta pela primeira vez depois de três meses no Brasil.
   Surpresa nacional: Os brasileiros descobrem que o Senado tem 181 diretores. Tem diretor até da garagem.
   Supremo passa o dia discutindo a questão polêmica da reserva Raposa/Terra do Sol.
   A Polícia Federal indicia o delegado Protógenes por vazamento de informação e grampos clandestinos.
   Um político é recebido com protestos no velório de Clodovil Hernandez.
   O monstro que prendeu e violentou a filha durante anos se declara culpado de todas as acusações na Áustria.
   São Paulo passa dia tentando se recuperar das enchentes que mataram duas pessoas.
   Descoberto um plano para libertar bandidos presos no interior paulista.

E do "Jornal da Record":

   Indignação e medo: CPI da pedofilia ouve testemunhas e policiais em Catanduva. Casal prestou depoimento com rosto coberto e proteção da PM.
   Polícia Federal apreende equipamentos usados para piratear no Brasil sinal de satélite militar dos Estados Unidos.
   Um laboratório clandestino: Erro de diagnóstico fez mulher retirar o seio sem estar doente.
   O pancadão do parabéns: Vídeo mostra festa de aniversário de irmãos traficantes no Rio de Janeiro.
   Austríaco acusado de manter filha como escrava sexual confessa o assassinato de um dos filhos.
   27 anos depois, exame de DNA liberta preso que era inocente.
   Emprego com carteira cresce depois de três meses em queda. Mesmo assim, foi o pior fevereiro em dez anos.
   Na reportagem especial: provas que fazem a glória dos heróis do gelo.

Escrito por Nelson de Sá às 21h59

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Injusto com a mídia

O ataque do comediante Jon Stewart à CNBC e à cobertura financeira em geral levou à reação do próprio presidente da NBC Universal. Via paidContent, Broadcasting & Cable e outros, Jeff Zucker abriu uma entrevista pública com a editora da "BusinessWeek" dizendo:

_ Stewart foi incrivelmente injusto com a CNBC e a mídia de negócios em geral. Todo mundo quer achar um bode expiatório. Sugerir que a CNBC é responsável é absurdo. É como dizer que a "BusinessWeek" é responsável por sugerir a AIG como uma das melhores ações em 2007. Você não pode olhar só para uma indicação que a CNBC faça. Eu tenho orgulho do que fizemos... A CNBC é espetacular.

O site MarketWatch informa que a CNBC vem perdendo audiência desde o ataque e prevê forte impacto na cobertura de negócios em geral.

Stewart, com intervenção semelhante há cinco anos, levou a CNN a fechar o programa "Crossfire", até então bem-sucedido:

Escrito por Nelson de Sá às 12h02

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

No Jockey

Do site Imprensa:

_ A Associação Nacional dos Editores de Revista reuniu no Jockey, com patrocínio das editoras Abril e Globo, executivos para tratar de como os empresários de comunicação podem fazer para a crise não afetar os negócios de forma significativa. Para tanto, André Esteves, do BTG, falou da crise... "Não é uma crise do capitalismo, mas uma correção necessária em razão de excessos cometidos."

Da coluna de Mônica Bergamo na Folha:

_ Considerado um dos mais brilhantes banqueiros de sua geração, André Esteves, aos 40, já vendeu um banco, o Pactual, por US$ 3,1 bilhões; dirigiu a renda fixa do UBS em Londres; e agora toca o banco de investimentos BTG. Na palestra, disse que o Brasil vai ter crescimento negativo e que não é hora de ganhar dinheiro... "Não acho que o BC tenha cometido erros gritantes na crise."

E do blog de Luis Nassif no iG:

_ A peça central da estratégia de governabilidade de FHC era o controle estrito sobre a Fazenda e toda a estrutura, Banco Central, CVM, Receita. A maneira como autorizou operações do Araucária, o caso emblemático do Banco Santos e, especialmente, o caso Opportunity demonstravam ampla cumplicidade... Quando o PT assumiu, seguiu a receita, trabalho conduzido por Dirceu e Palocci. Livra-se o Banco Pactual de autuações severas, livra-se Dantas, permite-se que o Santos se torne o repassador do BNDES. Palocci tornou-se próximo de André Esteves, do Pactual... Esse esquema começa a se esboroar pela iniciativa de Márcio Thomaz Bastos de montar o Sistema Brasileiro de Inteligência. Aumenta a colaboração com as forças internacionais, surgem as grandes operações combinadas. Receita passa a conversar com Polícia Federal, Coaf troca informações com Ministério Público, Abin é acionada.

Daí, em reação, "toda a ofensiva para desmontar o Sistema".

Edir Macedo - A Folha publica que a "Record ataca a Folha em telejornal", questionando "notícias caluniosas" na coluna Outro Canal.  Na escalada do telejornal, à noite, "Edir Macedo está doente? O 'Jornal da Record' revela a verdade". Como noticiou a Folha, "entrevistado por telefone, o proprietário da Record negou que esteja com problemas de saúde".

Globo vs. Record - Na destaque da coluna de Daniel Castro, hoje, "Globo estica 'BBB' no Rio para conter Record". Os extras cariocas de dez minutos vão continuar até o final do programa, diante do "bom desempenho da Record no Rio", com a série "A Lei e o Crime".

Escrito por Nelson de Sá às 10h41

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

As escravas do Brasil

O espanhol "El País" destacou a queda da "rede albanesa que comprava mulheres, por exemplo, no Brasil". Na foto à esq., a operação em Barcelona.

Sites daqui, a começar da BBC Brasil, detalharam que elas eram "prostituídas e depois revendidas a prostíbulos de outros países europeus". Segundo um policial, "eles nunca viajavam ao Brasil", apenas "encomendavam as mulheres que queriam". E lá elas eram "tratadas como animais".

Leia aqui a íntegra da coluna "Toda Mídia" de 18.3.

Escrito por Nelson de Sá às 09h47

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

18.3 jornais lá: E tome ira contra a AIG

Para edições e capas, "NYT", "WSJ", "WP", "FT" e "China Daily". "WP" e "China Daily" também no PressDisplay (lista por país, à esq.). E capas de "NYT", "WSJ" e "WP" também no Newseum (por Estado, à esq.).

Para os sites, NYT, WSJ, WP, FT e China Daily.

Escrito por Nelson de Sá às 09h25

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

18.3 jornais cá: Caos & Segurança

 

Para edições e capas, Folha, "Estado", "Super Notícia", "Meia Hora" e "Valor". Com acesso restrito, "Globo". Folha, "Valor", "Estado" e "Globo" também no PressDisplay (por país, à esq.). E capas de Folha, "Estado", "Globo" e "Super Notícia" também no Newseum (por país, à esq.).

Para os sites, Folha Online, Estadao.com.br, Globo Online, O Tempo Online ("SN"), O Dia Online ("MH") e Valor Online.

Escrito por Nelson de Sá às 09h13

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

17.3 TV lá: Ira contra a AIG 3

Escrito por Nelson de Sá às 21h58

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

17.3 TV cá: "As águas de março"

A escalada do "Jornal Nacional":

   Fevereiro no Brasil: Cai a procura de crédito tanto dos consumidores quanto das empresas.
   Fevereiro nos Estados Unidos: A construção de moradias tem o maior crescimento dos últimos 19 anos.
   O presidente do Senado manda todos os diretores da casa entregarem os cargos.
   Novas regras nos esportes: A Fórmula 1 decide que o campeão será quem vencer mais corridas. Os clubes de futebol protestam contra a nova forma de identificação de torcedores.
   Os jovens brasileiros aparecem em uma pesquisa entre os que mais se dedicam a abrir algum negócio.
   Uma feira em São Paulo reúne inventos de estudantes de quatro países.
   As águas de março: Belo Horizonte e São Paulo sofrem com tempestades no fim do verão.
   Morre em Brasília o deputado Clodovil Hernandes.

E a do "Jornal da Record":

   Exclusivo: Falta de higiene, falta de ordem, falta de equipamentos. Isso é um laboratório de análises de câncer interditado por irregularidades.
   Morre Clodovil Hernandes, estilista, apresentador de TV e deputado. Uma carreira polêmica marcada pela língua afiada.
   Mãe da menina da tragédia de Goiânia dá depoimento na polícia.
   Secretaria de Educação de São Paulo vai substituir apostila que tem dois Paraguais e nenhum Equador.
   Entenda por que o governo quer mudar os juros da caderneta de poupança.
   Edir Macedo está doente? O "Jornal da Record" revela a verdade esta noite.
   Temporais inundam São Paulo e Belo Horizonte.
   O horror das milícias avança pelo país. Em Olinda, até presidiários participavam da quadrilha.
   Na reportagem especial, você vai se encantar com os heróis do gelo. Os saltos inacreditáveis e a incrível história de fadas e bruxas no balé da patinação.

Escrito por Nelson de Sá às 21h52

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Nova classe média lá

_ Lendo sobre todos aqueles jornais lutando para derrotar A Morte, você pode se surpreender ao descobrir que nem todo jornal está fugindo do corte afiado da foice. "El Diario La Prensa", aqui em Nova York, está na verdade prosperando.

É assim que começa a entrevista do programa On the Media, da rádio pública NPR, com o editor do "El Diario", o mais antigo jornal em espanhol dos EUA, de 1913. O site Editor & Publisher já anuncia especial sobre  "Um jornal que está florescendo" por lá, afinal.

Alberto Vourvoulias, o editor, explica:

_ "El Diario" foi o jornal de crescimento mais rápido nos EUA em dois dos últimos três anos. A publicidade sofre com a recessão, mas estamos com desempenho melhor que qualquer outro. "El Diario" conhece seus leitores. Nosso público é em grande parte de trabalhadores/classe média baixa. O que levamos a ele é uma informação essencial, que é transmitida mais efetivamente em forma de jornal do que por qualquer outro meio.

Ajuda também que "muitos dos nossos leitores não têm empregos em que passam o dia na frente de um computador".

"Ajuda federal" - Ameaçado de fechamento, o "San Francisco Chronicle" noticia que a presidente da Câmara, Nancy Pelosi, que é de San Francisco, pediu apoio do Departamento de Justiça para manter vivos o "Chronicle" e outros, garantindo "concorrência" etc.

Resistência - Do "publisher" do "New York Times", Arthur Sulzberger Jr., em conferência dias atrás a universitários:

_ Para ser sincero, estou cansado de ler sobre a morte do... escolham vocês... jornalismo, jornal, leitor. Minha visão é que o que oferecemos é bastante valioso e que nossa profissão vai resistir.

Escrito por Nelson de Sá às 10h20

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

A crise universal

Na "Carta Capital" que está nas bancas, sobre a sucessão de Edir Macedo, que está doente:

_ A Igreja Universal está dividida. Atravessa uma crise de comando. Há três meses, Edir Macedo nomeou Romualdo Panceiro como seu sucessor. Panceiro mudou-se para a Califórnia, onde vive Macedo, de onde passaria a comandar a igreja, mantendo-se próximo ao fundador. Surpreendentemente, retornou. Com uma procuração, Panceiro obteve o controle de vários dos mais valiosos bens da igreja e deixou de ouvir o guru. Macedo sentiu-se traído. No entanto, não teria agora como reverter o poder outorgado.

Na coluna Outro Canal de hoje, Daniel Castro acrescenta que a reportagem "caiu como uma bomba na Record". O preferido de Macedo agora é Paulo Roberto Guimarães, que "não se bica" com Honorilton Gonçalves, presidente de fato da emissora.

E na coluna Canal 1 de hoje, Flávio Ricco acrescenta que "ninguém sabe dizer se a 'Carta Capital' teve alguma coisa com isso, mas Honorilton Gonçalves está desde domingo nos Estados Unidos, para uma reunião com a alta cúpula da Universal".

Outra sucessão - Ricardo Feltrin informa no UOL que, "em sigilo, a Globo procura sucessor para Galvão Bueno". Na busca já de meses, a emissora "não quer alguém conhecido nem de rádio", mas "construir um novo nome a partir do zero, alguém de talento oculto, latente".

Jornalistas & tucanos - Para Aécio Neves, o PSDB deve "tirar da imprensa" a disputa com José Serra, noticia Paulo Peixoto na Folha. Lauro Jardim já comenta que vai ser "difícil", pois "não há um minuto em que aecistas não invistam contra serristas e vice-versa, quando veem jornalistas".

Escrito por Nelson de Sá às 09h45

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Só web

Ontem na home e hoje na capa, o "New York Times" destaca o anúncio feito pelo "publisher" para a redação do "Seattle Post-Intelligencer", na foto tirada por Dan DeLong, do próprio "P-I", de que o jornal publicaria nesta terça-feira sua última edição, passando a se restringir à internet.

Leia aqui a íntegra da coluna "Toda Mídia" de 17.3.

Escrito por Nelson de Sá às 08h52

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

17.3 jornais lá: Obama contra a AIG

Para as edições e capas originais, "NYT", "WSJ", "WP", "FT" e "China Daily". "WP" e "China Daily" também no PressDisplay (por país, à esq.). E capas de "NYT", "WSJ" e "WP" também no Newseum (por Estado, à esq.).

Para os sites, NYT, WSJ, WP, FT e China Daily.

Escrito por Nelson de Sá às 08h36

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

17.3 jornais cá: Lula e a crise em NY

 

Para as edições e capas, Folha"Valor", "Estado", "Super Notícia""Meia Hora". Com acesso restrito, "Globo". Folha, "Valor", "Estado" e "Globo" também no PressDisplay (por país, à esq.). E capas de Folha, "Estado", "Globo" e "Super Notícia" no Newseum (por país, à esq.).

Para os sites, Folha Online, Valor Online, Estadao.com.br, Globo Online,   O Tempo Online e O Dia Online.

Escrito por Nelson de Sá às 08h22

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

16.3 TV lá: Ira contra a AIG 2

Escrito por Nelson de Sá às 22h07

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

16.3 TV cá: Lula em Nova York

A escalada de manchetes do "Jornal Nacional":

   O presidente Lula anuncia em Nova York: A remuneração da caderneta de poupança vai ter que mudar.
   Os pais se assustam com a mensalidade da escola e os dois lados negociam uma forma de contornar o problema.
   Um caminhão roubado produz estrago monstruoso nas ruas de São Paulo.
   Nossos repórteres mostram dispositivo antifurto que provocou polêmica entre os motoristas brasileiros.
   O governo planeja aumentar a oferta de remédios feitos com plantas medicinais pelo SUS.
   Cientistas brasileiros descobrem mais um efeito nocivo da gordura da carne no cérebro.
   Três meses de seca e os criadores tentam evitar a morte de gado por fome e sede em Sergipe.
   Argentina e Venezuela: Presidentes de países vizinhos anunciam decisões polêmicas e enfurecem os opositores.
   Começa na Áustria o julgamento de monstro que prendeu e engravidou a filha no porão.
   Médicos avisam que é gravíssimo o estado de saúde do deputado Clodovil Hernandes.
   Você vai ver como armas pesadas podem circular nas ruas do Brasil sem que nenhuma autoridade tome conhecimento.

E do "Jornal da Record":

   Preconceito assassino: Mais um homossexual é espancado até a morte em Carapicuíba. Já são 14 vítimas em menos de dois anos na cidade da Grande São Paulo.
   Morre intoxicado um casal que namorava no carro com ar-condicionado ligado.
   Flagrante de tráfico: Dinheiro era colocado na caixa do correio e a droga entregue por cima do muro, em Minas.
   Boliche criminoso: Caminhão roubado avança sinal e bate em 11 carros.
   Em Nova York, Lula defende o fim do embargo dos Estados Unidos a Cuba.
   Presidente do banco central americano prevê que a recessão acabe já em 2009.
   Austríaco que teve sete filhos com a própria filha confessa estupro, incesto e sequestro, mas nega assassinato.
   Clodovil sofre derrame e corre risco de morte.
   Na reportagem especial, Vancouver 2010, os heróis do gelo. Você vai conhecer a capital dos esportes de inverno, no Canadá.

Escrito por Nelson de Sá às 22h00

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

O Estado da Mídia lá

O sexto relatório do Projeto para a Excelência no Jornalismo, a referência anual para a indústria de notícias nos EUA e no mundo, saiu hoje e já está sendo dissecado pelos sites setoriais Editor & Publisher e Poynter e, aqui, pelo Blue Bus de Elisa Araujo.

Na primeira frase do estudo de dezenas de páginas, "os números são de arrepiar". A queda na publicidade de jornais foi de 23% em dois anos. Na TV local, o faturamento caiu 7% num ano eleitoral, "algo jamais visto". Na TV em rede, "até raros programas que elevam audiência veem seu faturamento cair".

Só duas plataformas cresceram, internet e cabo (veja abaixo). Grande parte da audiência perdida em outras partes passou aos agregadores e maiores sites de notícias, como Yahoo, MSNBC.com, CNN.com e AOL, "muitos dos quais oferecerem informações primariamente de agências".

O cabo cresceu mais em publicidade e audiência, mas "os ganhos foram mais efêmeros", ligados à cobertura eleitoral. O crescimento anual chegou a 38% em 2008, mas no momento está em 5%, já em 2009.

Entre as "maiores tendências", o Estado da Mídia destaca que o debate público sobre o financiamento da indústria de notícias "pode estar focado nos remédios errados, ignorando outras ideias". Outras tendências:

O poder está se transferindo para o jornalista individual e saindo das instituições jornalísticas.
Na internet, as organizações jornalísticas se concentram menos em trazer o público e mais em empurrar o conteúdo.
A ascensão do cabo acelera outra mudança: o julgamento minuto-a-minuto no jornalismo político.
Na cobertura eleitoral, a imprensa foi mais reativa e passiva e menos investigativa dos candidatos.

Escrito por Nelson de Sá às 11h25

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Lula, Obama e o pepino

Por falar em Band, uma reportagem sobre o encontro entre os dois presidentes e sobre a cobertura, postada hoje no UOL:

Escrito por Nelson de Sá às 10h52

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Dilma e os telejornais

O Blue Bus informa que "O Dia" estreou ontem em formato menor, "nem tabloide nem berliner", com filme, outdoors etc. "Jornal no tamanho tradicional, no Rio, sobraram somente 'Globo' e 'Extra'", das Organizações Globo.

Para o domingo do novo "O Dia", longa entrevista sobre a "intimidade" de Dilma Rousseff. A ministra "fala de amores, da fama de durona, da luta armada e do sonho —frustrado— de bailarina".   A certa altura, pergunta e resposta:

Assiste à novela das oito?
Vi duas vezes "Caminho das Índias". A parte que vi tinha externas muito bonitas, a fotografia é bem feita. Também acho lindas as cores das roupas das mulheres, aquele rosa chocante, o amarelo-vivo.    Ou então assisto ao "Jornal da Record", ao da Band, fico zapeando.

O Radar comenta hoje que "é altamente provável que Dilma tenha querido apenas dar uma estocada" no "Jornal Nacional".

A novela da crise - A coluna Outro Canal informa que a próxima novela das oito da Globo, "Viver a Vida", deve tratar da crise financeira "em seu início e auge, uma vez que a trama se passará entre 2008 e 2009". E deve se manter no ar até 2010, o ano eleitoral.

Democracia on-line - O Radar registrou que "a turma do Google está prestando uma consultoria informal" ao Tribunal Superior Eleitoral de Carlos Ayres Britto, que estuda "novidades no uso da informática" para 2010, como a arrecadação on-line "nos moldes utilizados por Obama".

Escrito por Nelson de Sá às 09h30

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

"Encontro de mentes"

Do primeiro encontro entre Lula e Obama, eles que se reúnem mais duas vezes nas próximas semanas, ecoou relato da Reuters _que abriu dizendo que "líderes estrangeiros esperançosos de ter uma boa química com Obama devem tomar aulas com Lula". Ele conquistou [hit it off with] o americano "com brincadeiras sobre verborragia" e até "sobre perder-se na Amazônia". No alto do Drudge Report, por exemplo (acima), "Perdido na Amazônia? Obama brinca com Lula".

O site Politico deu em seu enunciado o "maravilhoso encontro de mentes", como Obama descreveu a conversa. O Huffington Post foi mais extensivo, com posts cobrando "liderança" dos dois contra o aquecimento global ou aconselhando Obama a "apostar no Brasil".

Ecoaram até seus gestos, ao passarem pelo novo playground da Casa Branca, "orgulho" de Obama. De modo geral, as reportagens nos EUA seguiram o relatório do "pool" de jornalistas que segue o presidente americano, que pode ser lido na íntegra no site The Page, da ABC, com detalhes da descontração dos dois.

Leia aqui a íntegra da coluna "Toda Mídia" de 16.3.

Escrito por Nelson de Sá às 09h00

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

16.3 jornais lá: Ira contra a AIG

Para as edições e capas, "NYT", "WSJ", "WP", "FT" e "China Daily". "WP" e "China Daily" também no PressDisplay (lista por país, à esq.). Capas de "NYT", "WSJ" e "WP" também no Newseum (por Estado, à esq.).

Para os sites, NYT, WSJ, WP, FT e China Daily.

Escrito por Nelson de Sá às 08h55

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

16.3 jornais cá: Chávez, Chávez

Para as edições e capas originais, Folha, "Estado" e "Valor". Com acesso restrito, "Globo". Folha, "Globo", "Estado" e "Valor" também no PressDisplay (lista por país, à esq.). Capas de Folha, "Globo" e "Estado" também no Newseum (por país, à esq.).

Para os sites, Folha OnlineGlobo Online, Estadao.com.br e Valor Online.

Escrito por Nelson de Sá às 08h50

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

15.3 revistas cá: Obama não é comunista

 

Para as edições e capas, Veja, CartaCapital, Época e IstoÉ.

Escrito por Nelson de Sá às 11h53

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

15.3 jornais lá: A invasão latina

 

Para edições e capas, "NYT", "WSJ", "WP", "China Daily" e "Observer". "NYT", "WSJ" e WP" também no NewStand. "WP", "China Daily" e "Observer" também no PressDisplay (por país, à esq.). Capas de "NYT", "WSJ" e "WP" também no Newseum (por Estado americano, à esq.).

Para os sites, NYT, WSJ, WP, China Daily e "Guardian".

Escrito por Nelson de Sá às 11h28

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

15.3 jornais cá: Juntos contra a crise

 

Para as edições e capas originais, Folha, "Estado" e, com acesso restrito, "Globo". Folha, "Globo" e "Estado" também no PressDisplay (lista por país, à esq.). Capas de Folha, "Globo" e "Estado" também no Newseum (por país, à esq.).

Para os sites, Folha OnlineGlobo Online e Estadao.com.br.

Escrito por Nelson de Sá às 11h23

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores
Blog da coluna "Toda Mídia" (assinantes Folha e UOL), de segunda a sexta, pela manhã, escrito pelo jornalista Nelson de Sá.

BUSCA NO BLOG


ARQUIVO


Ver mensagens anteriores
 

Copyright Folha Online. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha Online.