Toda Mídia
Toda Mídia
 

"A guerra necessária"

Escrito por Nelson de Sá às 23h37

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Daslu & Fiesp

A escalada do "Jornal Nacional":

   A crise sobre rodas. A General Motors adia a volta de funcionários em licença remunerada. A Ford anuncia programa de demissão voluntária. O presidente Lula diz que não é hora de trabalhador pedir aumento salarial.
   Operação Castelo de Areia. Polícia indicia diretor e uma secretária da Camargo Corrêa.
   Um habeas corpus liberta a dona da loja de artigos de luxo Daslu, em São Paulo.
   Um cardume de robôs. Você vai conhecer os peixes criados para ajudar a salvar as águas do planeta.
   Fórmula 1. A equipe de Rubens Barrichello começa a temporada entre as favoritas.
   Eliminatórias da Copa. A seleção brasileira viaja para enfrentar o Equador, sem Kaká.
   Na Grande São Paulo, o incêndio de uma fábrica se espalha pela vizinhança numa manhã de medo.

E do "Jornal da Record":

   Uma cidade apavorada. Um bairro tomado por labaredas gigantescas. Incêndio em depósito de produtos químicos provoca pânico na Grande São Paulo.
   A Europa chocada com mais um monstro. Italiano é acusado de prender e violentar a filha durante 25 anos.
   Presidente da Fiesp reconhece. Pediu à Camargo Corrêa doações para partidos políticos, mas diz que tudo foi dentro da lei.
   A Justiça decide. Dona da Daslu é solta depois de passar uma noite na prisão.
   Pistoleiros do sertão. No interior da Bahia, assaltantes de banco aterrorizam reféns.
   A Ford anuncia plano de demissões.
   Enchente no Brasil. Tempestade na Indonésia. A força da água arrasta prédios e provoca a morte de pelo menos 50 pessoas.
   Na reportagem especial, os amigos da rua. Eles cuidam do verde, da limpeza e do bem-estar de todos nós.
   Rei e vovô. A emoção do encontro de Pelé com os netos.

Escrito por Nelson de Sá às 23h33

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Record vs. Globo vs. Record

Do blog Radar, sob o título "O novo recorde da Record":

_ A Record estabeleceu o melhor ibope de sua história no Rio. "Chamas da Vida", que começa às 22h10, conseguiu 27 pontos, batendo a Globo, que alcançou 24.

As colunas Outro Canal e Canal 1 noticiam que na mesma quarta, mas em São Paulo, a novela das 18h na Globo, "Paraíso", registrou " 19,8".

Como informa Daniel Castro, o autor, Benedito Ruy Barbosa, responsabiliza a novela que antecede, "Malhação", e o diretor. Já a Globo levantou que telespectadores questionam a "narrativa lenta".

2016 - Flávio Ricco informa que, após perder os próximos eventos olímpicos para a Record, a "Globo mira a Olimpíada de 2016" e enviou representantes ao evento Sportaccord, que reúne "importantes autoridades do esporte e da TV mundial". A Record, não.

2014 - Ricco também registra, mas no blog, que a Record renovou com Britto Jr. até 2014, porque, "de acordo com a emissora, o jornalista estava sendo intensamente assediado pela Globo". A concorrente nega. Britto Jr. vai apresentar "Fazenda Brasil", novo reality show.

Escrito por Nelson de Sá às 11h58

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

"Blue eyes"

Foi na cara do primeiro-ministro Gordon Brown. Aqui, a estatal britânica BBC Brasil edita como os jornais de lá reagiram à declaração.

Nos posts originais, a própria BBC, "Guardian", "Times", "Independent", "Financial Times" e os tablóides "Daily Mirror" e "Daily Mail".

Abaixo, neste final de manhã, Lula na home page dos sites americanos "Huffington Post" (esq.) e Drudge Report:

E no Gawker.

Escrito por Nelson de Sá às 10h50

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Quem precisa da imprensa?

"Who needs the press?", reagiu o blog E&P Pub, com amarga ironia.

Obama realizou seu primeiro "online town hall meeting", versão para web do tradicional debate comunitário da democracia dos Estados Unidos. "Ao largo da grande mídia", mainstream, diretamente com os cidadãos.

O canal da Casa Branca no YouTube já postou na íntegra, sem edição, com mais de uma hora, interminável:

O site do "NYT" postou e destaca uma homenagem histórica, da Revolução Americana aos dias de hoje, do "town hall meeting".

Escrito por Nelson de Sá às 10h06

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Cortes temporários

O "New York Times" noticiou ontem na home que "planeja cortes temporários de salários" na redação e demissões em outras áreas, por "enfrentar uma queda precipitada de receitas". O Editor & Publisher postou o memorando do publisher, Arthur Sulzberger Jr.

E o "Washington Post" iniciou nova rodada de demissões voluntárias, noticiou o site Politico, que abriu até fórum para debater se os leitores vão sentir falta, quando os jornais acabarem.

Por outro lado, o gigante Google também cortou 200 empregos, ontem mesmo, noticiou o "Wall Street Journal".

E o Twitter informou via site Business Insider que prepara "contas profissionais pagas", para tentar viabilizar algum dinheiro.

Leia aqui a íntegra da coluna "Toda Mídia" de hoje.

Escrito por Nelson de Sá às 09h30

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

O fim do excesso

Para as edições e capas, "Time" e "Economist".

Escrito por Nelson de Sá às 09h24

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

EUA, China e os sinais de recuperação

Para edições e capas, "NYT", "WSJ", "WP", "FT" e "China Daily". "WP" e "China Daily" também no PressDisplay (lista por país, à esq.). E capas de "NYT", "WSJ" e "WP" também no Newseum (por Estado, à esq.).

Para os sites, NYT, WSJ, WP, FT e China Daily.

Escrito por Nelson de Sá às 09h00

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Saem os diálogos, falta a lista

Para edições e capas, Folha, "Estado", "Super Notícia", "Meia Hora" e "Valor". Com acesso restrito, "Globo". Folha, "Valor", "Estado" e "Globo" também no PressDisplay (por país, à esq.). E capas de Folha, "Estado", "Globo" e "Super Notícia" também no Newseum (por país, à esq.).

Para os sites, Folha Online, Estadao.com.br, Globo Online, O Tempo Online ("SN"), O Dia Online ("MH") e Valor Online.

Escrito por Nelson de Sá às 08h50

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

26.3 TV lá: "Hi, Mr. President!"

Escrito por Nelson de Sá às 21h48

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

26.3 TV cá: "A elite na cadeia"

Escalada do "Jornal Nacional":

   O comércio volta a dar sinais positivos. As vendas de fevereiro de 2009 foram maiores que as do ano passado.
   O governo aumenta limites de financiamento de imóveis para a classe média. A oposição critica a falta de prazo para cumprir o programa de habitação.
   Nossos repórteres trazem novos detalhes da operação que levou para a cadeia diretores da construtora Camargo Corrêa.
   A dona da loja de artigos de luxo Daslu é sentenciada e presa em São Paulo.
   Dez pessoas morrem em acidente com um ônibus no Maranhão.
   A turbina de um avião desaba sobre casas no Amazonas.
   Os brasileiros que têm plano de saúde ganham mais um direito.

E do "Jornal da Record":

   A elite na cadeia. Dona de grife de luxo vai para a penitenciária do Carandiru, em São Paulo. Ela foi condenada a quase cem anos por vários crimes. Diretores da Camargo Corrêa passam o segundo dia na prisão.
   O mundo contra as drogas. No México, tiroteio durante a invasão de um esconderijo de traficantes. No Brasil, quadrilha do aeroporto tem mais 25 pessoas denunciadas.
   Surpresa no céu. Avião perde parte de uma das turbinas no ar e a viagem segue normalmente.
   Perigo no céu. Coréia do Norte avisa que vai testar míssil de longo alcance.
   Gato e rato. Na série especial, como os camelôs enganam a fiscalização e se tornam os donos da rua.
   Presidente Lula se encontra com primeiro-ministro e diz quem são os responsáveis pela crise.
   No país da bola, um problema sem solução. Como acabar com a violência das torcidas?

Escrito por Nelson de Sá às 21h43

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Inferno

Abrindo hoje a coluna Canal 1, "a Globo vive um drama":

_ “Três Irmãs” não disse a que veio. E nem deve dizer porque seu final foi anunciado para os próximos dias. No horário das seis, apostou-se na certeza. Nada como um sucesso do passado para restabelecer a ordem, só que os primeiros índices de “Paraíso”...  Tem alguma coisa grave pegando no início de noite. Algo que as emissoras ainda precisam identificar. Houve mudança de hábito.

O blog Radar dá números, no post "O inferno da audiência":

_ "Paraíso" definitivamente não levantou o horário. Estreou  há dez dias muito modestamente (24 pontos) e ontem registrou 20, audiência em linha com "Negócio da China".

Por outro lado, José Armando Vannucci garantia ontem na Jovem Pan que "as primeiras planilhas mostram que 'Paraíso' conseguiu jogar público para os demais, atingindo uma das metas da Globo".

Jornalista Ratinho - A coluna Ooops informa que "Ratinho é a aposta de Silvio Santos para alavancar audiência por volta das 18h". Entra no ar em um mês, ancorando "jornalístico" em concorrência com "SP Record" e "Brasil Urgente". "O SBT enfrenta um quadro de queda no horário nobre."

Censura - No site Comunique-se, "a TV Câmara confirma que assessores de Gilmar Mendes reclamaram com a emissora sobre o programa Comitê de Imprensa", que fez críticas a ele. Porém "a decisão de retirar o link foi tomada pela própria emissora", garante Manuel Roberto Seabra, diretor. PS - O repórter Leandro Fortes já respondeu a Seabra, aqui.

Escrito por Nelson de Sá às 10h50

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Muito influente

Começou às 10h30 de ontem, com a manchete "Ação da Polícia Federal na Camargo Corrêa atinge partidos", na Folha Online e no portal UOL, reportagem de Mônica Bergamo. As contribuições da empreiteira "por dentro e por fora" envolveriam "pessoa muito influente em São Paulo".

Fim da tarde e o enunciado passou a "Dirigente da Fiesp é citado em conversa", mais o registro de que "causa alvoroço em Brasília, em especial entre partidos que têm mais contato com a entidade" paulista.

Início da noite, entra a manchete no site Época, no portal G1; depois mudou

 

 

 

 

Já o portal G1, da Globo, postou "PSDB, DEM e Fiesp nos papéis da Camargo Corrêa", reportagem de Rodrigo Rangel. O inquérito se refere a "repasses da empreiteira a PSDB, DEM, PMDB e PPS, nem todos declarados". Em gravação, "representante da Fiesp conversa com diretor da Camargo Corrêa, diz que fala em nome do chefe, Paulo Skaff, e cobra R$ 400 mil para dois partidos". O site lista, entre os destinatários, o senador José Agripino Maia, líder do DEM, e "o PMDB de Pernambuco".

Foi depois manchete do "Jornal Nacional", da mesma Globo, mas com referência vaga a "partidos". A edição da reportagem sublinhou outras legendas, antes de PSDB e DEM, e concentrou o foco em uma obra federal, a refinaria da Petrobras em Pernambuco.

À noite já estava nos despachos de Associated Press e Reuters, em enunciados como "Polícia prende diretores de empreiteira por fraude".

Leia aqui a íntegra da coluna "Toda Mídia" de 26.3.

Escrito por Nelson de Sá às 08h28

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

26.3 jornais lá: Europa e China vs. EUA

Para edições e capas, "NYT", "WSJ", "WP", "FT" e "China Daily". "WP" e "China Daily" também no PressDisplay (lista por país, à esq.). E capas de "NYT", "WSJ" e "WP" também no Newseum (por Estado, à esq.).

Para os sites, NYT, WSJ, WP, FT e China Daily.

Escrito por Nelson de Sá às 08h20

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

26.3 jornais cá: A lista da empreiteira

 

Para edições e capas, Folha, "Estado", "Super Notícia", "Meia Hora" e "Valor". Com acesso restrito, "Globo". Folha, "Valor", "Estado" e "Globo" também no PressDisplay (por país, à esq.). E capas de Folha, "Estado", "Globo" e "Super Notícia" também no Newseum (por país, à esq.).

Para os sites, Folha Online, Estadao.com.br, Globo Online, O Tempo Online ("SN"), O Dia Online ("MH") e Valor Online.

Escrito por Nelson de Sá às 08h10

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

25.3 TV lá: Moendo o Orçamento

Escrito por Nelson de Sá às 21h20

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

25.3 TV cá: Empreiteira & partidos

Escalada do "Jornal Nacional":

   Operação Castelo de Areia. A Justiça manda prender diretores da construtora Camargo Corrêa. Há suspeita de lavagem de dinheiro, evasão de divisas e superfaturamento de obras. A investigação da Polícia Federal também menciona pagamentos a partidos políticos.
   Preso na Bahia o homem que tinha fugido com o filho depois do assassinato da mãe do menino.
   O governo anuncia o plano de construir um milhão de moradias, mas o presidente Lula pede para não ser cobrado sobre prazos.
   O Ministério da Educação quer uma prova única para o acesso às universidades federais.

E do "Jornal da Record":

   Milhões de dólares mandados ilegalmente para o exterior. Polícia Federal acusa uma das maiores construtoras do país de lavagem de dinheiro.
   Droga no ar. Uma tonelada de maconha é retirada por helicóptero em morro carioca. O serviço era completo, os traficantes tinham laboratório de refino de cocaína e oficina de armas.
   Homem que matou ex-mulher e sequestrou filho é preso na Bahia.
   Escândalo no interior paulista. Empresários usavam prédio público para abusar sexualmente de adolescentes.
   A crise mundial e a construção civil. Aqui, governo promete um milhão de casas financiadas em até 30 anos. Nos Estados Unidos, a falta de obras leva embora o emprego dos brasileiros.
   Donos da rua e donos da noite. Na série especial, os abusos que tiram o sono da vizinhança.
   Garoto prodígio e menina genial. Aos dois anos ela já é artista plástica e ele, craque na sinuca.

Escrito por Nelson de Sá às 21h12

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Obama contra os grandes jornais

Em sua segunda coletiva, Barack Obama evitou chamar perguntas de "New York Times", "Wall Street Journal", "Washington Post" e outros grandes jornais americanos, como "USA Today" ou "Los Angeles Times". No lugar, pediu perguntas de "Washington Times", "Stars and Stripes", "Político" e da revista "Ebony".

No registro do "NYT", "ele excluiu os maiores jornais do país das perguntas, em favor de uma mistura mais eclética". Para o Gawker, "o descontentamento é palpável".

Por outro lado, as maiores emissoras (NBC, ABC, CBS, Fox News, CNN e a hispânica Univision) puderam levantas suas questões, bem como as agências Associated Press e France Presse.

Com ou sem os grandes jornais, as perguntas não foram nada amigáveis, com o Huffington Post proclamando agora pela manhã que a entrevista marcou "O fim do affair" entre Obama e mídia.

Escrito por Nelson de Sá às 11h36

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Mais tablóide

Milton Coelho da Graça informa no site Comunique-se que "O Globo" produziu "edição experimental" em tamanho tablóide. "Jornal do Brasil" e agora "O Dia" já foram transformados em tablóides no Rio.

"O Globo" desmente que seja teste para eventual mudança do jornal. Graça levanta que pode ser então uma experiência voltada a mudanças no carioca "Extra" e no "Diário de S. Paulo", do mesmo grupo.

Rádio Senado - Para registro, saiu no sábado a notícia de que Ricardo Noblat "tem um contrato anual de R$ 40,3 mil com o Senado para programa na Rádio Senado". Ele "afirma não ver conflito de interesse, dizendo que o programa existe desde 99 e que nos últimos nove anos foi bancado por ele, sem receber do Senado".

Novelas em queda - O blog Radar de Lauro Jardim noticia que a estreia de "Promessas do Amor" registrou a audiência mais baixa das novelas da série na Record. Ficou em 12 pontos, contra 17 pontos da primeira, "Caminhos do Coração", e 24 da segunda, "Os Mutantes", nas estreias.

Escrito por Nelson de Sá às 10h58

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Apostando no Brasil

Sob o enunciado "Betting on Brazil", o "Financial Times" publica hoje que, "Conforme as preocupações se espalham ao redor do mundo, sobre recessão global, o Brasil continua a ser visto como um dos poucos países a oferecer perspectiva de crescimento nos próximos anos".

A longa reportagem ressalta que "as companhias estrangeiras continuam chegando ao Brasil" e mostra o caminho das pedras. Detalha, em especial, a experiência da agência de publicidade M&C Saatchi, que decidiu se instalar no país menos de um ano atrás.

Leia aqui a íntegra da coluna "Toda Mídia" de 25.3.

Escrito por Nelson de Sá às 09h55

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

25.3 jornais lá: Mais poder para tomar banco

Para edições e capas, "NYT", "WSJ", "WP", "FT" e "China Daily". "WP" e "China Daily" também no PressDisplay (lista por país, à esq.). E capas de "NYT", "WSJ" e "WP" também no Newseum (por Estado, à esq.).

Para os sites, NYT, WSJ, WP, FT e China Daily.

Escrito por Nelson de Sá às 09h35

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

25.3 jornais cá: R$ 16 bilhões

 

Para edições e capas, Folha, "Estado", "Super Notícia", "Meia Hora" e "Valor". Com acesso restrito, "Globo". Folha, "Valor", "Estado" e "Globo" também no PressDisplay (por país, à esq.). E capas de Folha, "Estado", "Globo" e "Super Notícia" também no Newseum (por país, à esq.).

Para os sites, Folha Online, Estadao.com.br, Globo Online, O Tempo Online ("SN"), O Dia Online ("MH") e Valor Online.

Escrito por Nelson de Sá às 09h25

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

24.3 TV lá: Geithner e Bernanke na grelha

Escrito por Nelson de Sá às 21h08

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

24.3 TV cá: Crimes e mais crimes

A escalada do "Jornal Nacional":

   Um crime mobiliza a polícia de São Paulo: Criança está desaparecida e a mãe do menino foi assassinada. O pai que o levou é o principal suspeito do crime.
   A Justiça paulista decide: O casal Nardoni irá a júri popular pelo assassinato de Isabela.
   Rússia: Começa o treinamento de astronautas para uma viagem a Marte.
   Estados Unidos: Apresentadas as peças do leilão para pagar as dívidas de Michael Jackson.
   Autoridades da economia americana dizem no Congresso que precisam de mais poder para vencer a crise.
   Kaká desfalca o primeiro treino da seleção em Teresópolis.
   A Fórmula 1 desiste das mudanças radicais em 2009.
   Em Brasília, uma conta que não fecha: Depois de anunciar que tinha mais de 180 diretores e depois de cortar 50 diretorias, o Senado afirma agora que tinha só 38.

E do "Jornal da Record":

   O caso Isabela: Casal Nardoni vai enfrentar júri popular.
   Esqueceram dele: Bebê perdido em canavial anda três quilômetros e é salvo.
   Mulher sequestrada em São Paulo é encontrada morta no cativeiro.
   Caçada a traficantes se espalha pela zona sul do Rio de Janeiro.
   Governo estende seguro-desemprego, mas impõe muitas restrições.
   Se beber, não dirija: Em carro blindado, francês e argentino aprontam na madrugada carioca.
   Na reportagem especial: Entulho, buracos, chuva de poeira, um poste e até uma parede. As agressões diárias dos donos das ruas.
   Pesquisa comprova os males do excesso de carne vermelha na alimentação.
   Estados Unidos reforça combate ao tráfico na fronteira com o México. Sete mil pessoas já morreram em dois anos.
   Macaquinha rejeitada pela mãe vira xodó na Austrália.

Escrito por Nelson de Sá às 21h01

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Inundar a área

As ações de mídia que David Axelrod desenvolve para Obama são cada vez mais semelhantes àquelas de Franklin Martins para Lula.

A edição em papel do "Politico" destaca que a Casa Branca busca "navegar" acima da cobertura tradicional, recorrendo a comentaristas liberais, jornais populares, mídia étnica. Obama deu longas entrevistas para revistas como "Black Enterprise" e jornalistas hispânicos, via Telemundo ou Eddie Sotelo, o radialista "Piolin", de Los Angeles. E já prepara conversa com blogueiros.

Não que deixe para trás o "establishment", como provam as duas entrevistas ao "60 Minutes" da CBS e uma outra, recente, ao "NYT". A estratégia, segundo assessor direto de Obama, é "inundar a área".

E não só nos EUA. O Huffington Post dá a lista dos mais de 30 jornais que publicariam seu artigo "A hora da ação global", hoje:

"Al Watan" (países do Golfo)
"Arab Times" (países do Golfo)
"Asharq Al Awsat" (Reino Unido)
"The Australian" (Austrália)
"Baltimore Sun" (EUA)
"Bangkok Post" (Tailândia)
"Chicago Tribune" (EUA)
"Clarín" (Argentina)
"Corriere della Sera" (Itália)
"Die Welt" (Alemanha)
"El País" (Espanha)
"El Mercurio" (Chile)
"Eleftyropiea" (Grécia)
"O Estado de S. Paulo" (Brasil)
"Gulf News" (países do Golfo)
"The Hindustan Times" (Índia)
"The Hindu (Índia)
"International Herald Tribune" (França)
"Kristeligt Dagblad" (Dinamarca)
"Le Monde" (França)
"Lidove Noviny" (República Tcheca)
"Los Angeles Times" (EUA)
"The News" (Paquistão)
"NRC Handelsblad" (Holanda)
"Saudi Gazette" (Arábia Saudita)
"South China Morning Post" (China)
"Straits Times" (Cingapura)
"Sunday Times" (África do Sul)
"Svenska Dagbladet" (Suécia)
"Sydney Morning Herald" (Austrália)
"WProst" (Polônia)
"Yomiuri Shimbun" (Japão)

Escrito por Nelson de Sá às 11h48

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Band passa SBT

Daniel Castro informa na Folha, na coluna Outro Canal, que a "Band encosta no SBT no horário nobre", com trunfos como "Brasil Urgente", "CQC" e o futebol cedido pela Globo.

Flávio Ricco acrescenta no UOL, no blog Canal 1, que já ontem "a Band superou o SBT no Prime Time (18h/24h)" por 5 pontos a 4. Arrisca que "a inversão será definitiva a partir do momento em que a faixa das 21h, ocupada por RR Soares, receba produto à altura".

Por outro lado, observa Outro Canal, "na média diária (7h/24h) a Band ainda não é páreo para o SBT, porque sua programação matinal e parte da vespertina é muito fraca no Ibope". Daí o lançamento, ontem mesmo, do "SP Acontece" com José Luiz Datena, às 7h40, e do "Boa Tarde" com Silvia Poppovic, às 13h10.

Mas "a Band não foi bem" ou "foi mal" nas estreias, informam Canal 1 e coluna Zapping, do "Agora". Datena ficou em 0,3 ponto, contra os 7 do "SP no Ar", da Record. E Poppovic ficou em 2 pontos, um a menos do que a média do horário na semana passada.

Escrito por Nelson de Sá às 10h48

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

O fundo do poço?

Saiu o pacote com mais US$ 1 trilhão aos bancos, com direito ao artigo "Meu plano para os títulos tóxicos" assinado pelo secretário do Tesouro no "WSJ", entrevista dele à CNBC etc. Foi manchete ao redor do mundo, com americanos e europeus sublinhando o salto de 6% em Wall Street  _e os brasileiros noticiando os "quase 6%" na Bovespa.

Na Reuters Brasil, "EUA amenizam a angústia com bancos e Bovespa dispara". No portal Terra, foi "a maior alta desde janeiro". Nas buscas de Brasil por Yahoo News e Google News, a valorização do real.

Na submanchete on-line do "Financial Times", a avaliação esperançosa do editor de investimentos do jornal britânico, "Se o plano do Tesouro funcionar, podemos ter batido no fundo do poço".

Leia aqui a íntegra da coluna "Toda Mídia" de 24.3.

Escrito por Nelson de Sá às 10h19

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

24.3 jornais lá: Wall Street maravilhada

Para edições e capas, "NYT", "WSJ", "WP", "FT" e "China Daily". "WP" e "China Daily" também no PressDisplay (lista por país, à esq.). E capas de "NYT", "WSJ" e "WP" também no Newseum (por Estado, à esq.).

Para os sites, NYT, WSJ, WP, FT e China Daily.

Escrito por Nelson de Sá às 09h56

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

24.3 jornais cá: Mais US$ 1 trilhão

Para edições e capas, Folha, "Estado", "Super Notícia", "Meia Hora" e "Valor". Com acesso restrito, "Globo". Folha, "Valor", "Estado" e "Globo" também no PressDisplay (por país, à esq.). E capas de Folha, "Estado", "Globo" e "Super Notícia" também no Newseum (por país, à esq.).

Para os sites, Folha Online, Estadao.com.br, Globo Online, O Tempo Online ("SN"), O Dia Online ("MH") e Valor Online.

Escrito por Nelson de Sá às 09h42

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

22.3 TV lá: Wall Street amou

Escrito por Nelson de Sá às 21h36

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

23.3 TV cá: Ônibus e desemprego

Da escalada de manchetes do "Jornal Nacional":

   O cidadão desrespeitado: Pesquisadores registram as queixas mais comuns dos brasileiros que dependem dos ônibus.
   A lei desrespeitada: Nossos repórteres mostram o desmatamento de uma reserva no interior de Pernambuco.
   Em Mato Grosso, a parceria lucrativa de fazendeiros com índios.
   Japão: Autoridades suspeitam que o vento tenha derrubado um cargueiro no pouso.
   Portugal: Governo tenta reduzir o consumo de sal no combate a hipertensão.
   O governo de Barack Obama explica o uso de US$ 1 trilhão para recuperar a confiança nos bancos.
   Em Brasília, nossos repórteres revelam que o Senado tem assessores virtuais.
   Guerra de traficantes de drogas se espalha por três bairros do Rio com tiroteios e balas perdidas.

E do "Jornal da Record":

   750 mil trabalhadores foram demitidos no Brasil desde dezembro.
   Governo anuncia amanhã a extensão do seguro-desemprego.
   Petroleiros entram em greve em todo o país e Petrobras afasta risco de desabastecimento.
   Marido mata mulher e sequestra filho em São Paulo.
   Brinquedo que feriu crianças no Paraná era de fabricação caseira.
   Operação da Polícia Federal para prender policiais acusados de corrupção captura também envolvidos em assassinato de delegado federal.
   Jato cargueiro quica na pista e explode no Japão.
   De volta da África, papa é recebido com protestos no Vaticano.
   Na reportagem especial, os donos da rua: Máfia dos flanelinhas ameaça quem tenta entrar nesse negócio de pai para filho.
   Manchete da "Folha de S. Paulo", “Marcos Valério negocia delação premiada”. Advogado e Ministério Público desmentem e todos se perguntam de onde veio a notícia.

Escrito por Nelson de Sá às 21h30

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

CNN à esquerda?

O blog Portfolio informa que em março a CNN, encerradas a campanha, a eleição e a posse de Obama, caiu para o quarto lugar na faixa de telespectadores entre 25 e 54 anos, nos EUA. É o segmento "chave para os anunciantes". Ficou atrás de seu próprio canal CNN Headline News. Num dia, ficou atrás até do canal financeiro CNBC.

O Gawker já vê sinais de que, depois de muito tempo se defendendo como a emissora "sem enviesamento" político, em contraste com a conservadora Fox News e a liberal MSNBC, ambas à frente na audiência, a CNN estaria disposta a "competir pelo flanco esquerdo".

Engajado - O "NYT" noticia que Chris Matthews, um dos âncoras mais partidarizados da MSNBC, que esteve até para sair candidato democrata, estendeu seu contrato por quatro anos com o canal de notícias. Seu salário anual seria de cerca de US$ 5 milhões.

Deus da crise - O jornal também noticia que, apesar da desmoralização pelo comediante Jon Stewart, o animador de aplicações financeiras da CNBC, Jim Cramer, segue no ar nos comerciais em que o canal proclama "In Cramer We Trust", ecoando "in God We Trust", em Deus confiamos.

Escrito por Nelson de Sá às 11h23

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

TV Inter e os direitos da Globo

O site Tela Viva informa que o Internacional lança em algumas semanas seu portal de vídeos, onde passa a transmitir com exclusividade seu programa semanal "TV Inter", veiculado por dois anos em canais abertos.

O diretor do projeto diz estar desenvolvendo "um modelo para os jogos que não pudermos transmitir por causa dos direitos", com reportagens "pré e pós-jogo, narração da rádio e imagens da torcida, como acontece na televisão argentina". Detalha Rogério Amaral:

_ É oportunidade de divulgação e comercialização. Teremos vários formatos para apresentar aos anunciantes, como patrocínio das transmissões ao vivo, inserção de textos durante partidas e banners.

O site anuncia um especial sobre "a produção televisiva dos times de futebol" para a edição de abril de sua revista "Tela Viva".

Escrito por Nelson de Sá às 11h11

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

O que quer a nova classe média

O Blue Bus divulga um evento que acontece amanhã à noite em São Paulo, Periferia da Comunicação, "sobre a ascensão econômica e cultural" do segmento, com a editora do "Super Notícia", Lúcia Castro, e profissionais de marketing da grife Daspu e da agência F Nazca.

E a Folha noticiou ontem os dez anos, "cinco de liderança", do "Agora", jornal que, segundo o editor Nilson Camargo, "rompeu com o desgastado modelo sensacionalista" e passou a focar "a defesa dos interesses do leitor como cidadão, contribuinte, consumidor e trabalhador".

Também seu lazer, com futebol e televisão. Em suma, "um jornal útil".

Escrito por Nelson de Sá às 10h32

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

"Punch drunk"

Ecoou on-line, ontem à noite, a pergunta do "60 Minutes" a Barack Obama, sobre estar "bêbado de tanto apanhar", por não parar de rir diante de perguntas sobre a crise. Acima, a primeira parte da entrevista. Aqui, a íntegra do programa da CBS.

O colunista Frank Rich, ontem no "New York Times", alerta que Obama pode estar vivendo seu "momento Katrina", ao não responder à "ira dos americanos" contra os desatinos financeiros que levaram à crise.

Leia aqui a íntegra da coluna "Toda Mídia" de 23.3.

Escrito por Nelson de Sá às 10h00

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

23.3 jornais lá: Obama apela ao dinheiro privado

Para edições e capas, "NYT", "WSJ", "WP", "FT" e "China Daily". "WP" e "China Daily" também no PressDisplay (lista por país, à esq.). E capas de "NYT", "WSJ" e "WP" também no Newseum (por Estado, à esq.).

Para os sites, NYT, WSJ, WP, FT e China Daily.

Escrito por Nelson de Sá às 09h54

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

23.3 jornais cá: Mensalão, o retorno

Para edições e capas, Folha, "Estado", "Super Notícia", "Meia Hora" e "Valor". Com acesso restrito, "Globo". Folha, "Valor", "Estado" e "Globo" também no PressDisplay (por país, à esq.). E capas de Folha, "Estado", "Globo" e "Super Notícia" também no Newseum (por país, à esq.).

Para os sites, Folha Online, Estadao.com.br, Globo Online, O Tempo Online ("SN"), O Dia Online ("MH") e Valor Online.

Escrito por Nelson de Sá às 09h32

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

22.3 revistas cá: Pedofilia na capa

 

Para as edições e capas, Veja, CartaCapital, Época e IstoÉ.

Escrito por Nelson de Sá às 16h18

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

22.3 jornais lá: Agora, aos títulos tóxicos

 

Para edições e capas, "NYT", "WSJ", "WP", "FT" e "China Daily". "WP" e "China Daily" também no PressDisplay (lista por país, à esq.). E capas de "NYT", "WSJ" e "WP" também no Newseum (por Estado, à esq.).

Para os sites, NYT, WSJ, WP, FT e China Daily.

Escrito por Nelson de Sá às 16h12

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

22.3 jornais cá: Transporte & habitação

Para edições e capas, Folha, "Estado", "Super Notícia" e "Meia Hora". Com acesso restrito, "Globo". Folha, "Estado" e "Globo" também no PressDisplay (lista por país, à esq.). E capas de Folha, "Estado", "Globo" e "Super Notícia" também no Newseum (por país, à esq.).

Para os sites, Folha Online, Estadao.com.br, Globo Online, O Tempo Online ("SN") e O Dia Online ("MH").

Escrito por Nelson de Sá às 15h48

Comente | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores
Blog da coluna "Toda Mídia" (assinantes Folha e UOL), de segunda a sexta, pela manhã, escrito pelo jornalista Nelson de Sá.

BUSCA NO BLOG


ARQUIVO


Ver mensagens anteriores
 

Copyright Folha Online. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha Online.